Se a sua empresa oferecia plano de saúde como benefício, você pode manter o plano mesmo após a demissão!

Mas se a empresa custeava o valor do plano, o beneficiário agora precisará arcar com a mensalidade individualmente. Ele também deve ter contribuído ao plano no período em que trabalhou na empresa.

A vantagem é que os planos empresariais costumam ter mensalidades mais baratas, então é uma boa opção para quem quer continuar com o plano mesmo após deixar a empresa.

O funcionário demitido pode contar com o plano de saúde pelo período de um terço do tempo que permaneceu na empresa. No entanto, esse prazo tem o mínimo de 6 meses e o máximo de 2 anos. A regra é válida somente para funcionários demitidos sem justa causa, e pelo tempo que permanecer desempregado.

Quando acaba o direito de permanecer no plano após a demissão?

A permanência de ex-empregados em plano de saúde coletivo empresarial pode acabar:

  • Se o beneficiário for admitido em novo emprego que possibilite o ingresso em novo plano de saúde; ou
  • Quando terminarem os prazos de permanência no plano como demitido ou aposentado; ou
  • Se o ex-empregador cancelar o benefício do plano de saúde de todos os empregados e ex-empregados.

Converse com um dos nossos corretores para manter o plano ou verificar outras opções que caibam no seu orçamento! Peça agora sua cotação online.


BeautyHubBrasil © 2021 Todos direitos reservados